03/03/2011 – 05:35

Eu deveria estar dormindo, mas fodi meu sono por ter passado a tarde inteira na cama. É uma boa vida, essa de vagabundo. Você deveria tentar.

O dinheiro que economizei está no quase fim. Nós sempre gastamos um pouco mais do que esperávamos. Gastamos tudo. Nossa paciência, nossa sanidade, nosso dinheiro. Tudo se vai em pequenos pedacinhos e essas porções são capazes de nos mandar para o hospício. Pergunte a qualquer um.

Algumas vezes é difícil dormir à noite. Quero dizer, a sensação de terminar um dia duro é muito boa, mas o novo dia chegando me preocupa. Às vezes eu me sinto como, – Jesus Cristo! O que há agora? Um homem não pode ter uma folga de vez em quando? Um dia perdido, onde nada aconteça? – É uma sensação bem fodida.

Tenho pensado sobre escritores e acho que não sou como eles. Céline com seus panfletos anti-semitas, Dostoievski perdendo até o próprio rabo em jogos de carta e Henry Miller passando fome em Paris.  Tenho a impressão de que todos eram loucos, e eu não me sinto como um louco, talvez eu até seja, mas não me sinto como um. Sinto-me como uma seta afiada. Uma flecha atirada no meio da multidão.

Anúncios

Uma resposta to “03/03/2011 – 05:35”

  1. Frido Says:

    Eu queria uma vida assim, meio louco, meio são! Melhor sempre foi o meio de tudo, assim como a neutralidade e a paz!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: